Lilypie Fifth Birthday tickers

Lilypie Fifth Birthday tickers

Wednesday, July 4, 2007

Foi há um ano!

E há um ano atrás eu saí da casa de banho com cara de parva e diss e ao meu marido que ía ser papá. Pois é! Estava com 5 dias de atraso, mas como tinha uma cólica tipo menstrual pensava que o dito estava para vir e nada...afinal quem já cá estava era a minha pipoca, que na altura era um feijãozinho.
Ficam com uma parte do diário que escrevi na gravidez:
Foi no dia 4 de Julho que fiquei a saber da tua existência, ainda eras minúsculo, do tamanho de um caroço de uva, talvez, mas já existias, já eras um sonho tornado realidade, uma alma dentro de mim.
Começaste a crescer e nós que te concebemos enchemo-nos de dúvidas e emoções inexplicáveis, que só compreenderás quando um dia embarcares nesta aventura imensa que é gerar uma vida.
Ainda és pequenino, agora do tamanho de um feijãozinho mas já nos fazes pensar em ti a quase todas as horas e minutos do dia, já pensamos como serás, e como seremos nós depois de te termos nos braços. Com certeza melhores seres humanos que agora, pois amar alguém assim, incondicionalmente só nos pode tornar melhores, mais felizes, mais completos, mais humanos.
No dia 11 de Julho vi-te pela primeira vez, tão pequeno, mas tão enorme no meu coração. O teu coração pulava e senti-o como a alegria de ver os papás pela primeira vez. Não deu para ouvir o bater, o cantar do teu coracãozinho, mas deu para saber que estavas bem, que realmente estavas cá dentro, que já eras uma vida, “nosso” amor eterno. Antes, soube que estavas cá dentro, mas não acreditava que tal milagre me tinha acontecido, ele, o teste que deu positivo no primeiro minuto, não me permitia saber se estavas no local certo e a formar-te convenientemente, se o teu coração já estava formado, há quanto tempo vivias dentro de mim.
Soube tudo isso nesse dia e desde aí que tenho vontade de ver como estás a cada minuto e a aproximação de uma nova consulta é um misto de ansiedade e alegria. Ao mesmo tempo, a vontade que o tempo voe é imensa, para que passe qualquer hipótese de te perder. Sei que isso não vai acontecer, porque já estás em mim para sempre, já te amo e já sou capaz de abraçar o mundo e conquistar as estrelas só para te proteger e poder ver os teus olhos e o teu sorriso daqui a uns meses.

2 comments:

Mamã Babada!!! said...

É daquelas coisas que dificilmente nos vamos esqueçer.

Bjs

Cristina said...

Lindo e verdadeiramente magico!!!